sábado, fevereiro 16, 2013

Tumblr_lqaotj0qzo1r1bz0wo1_500_large
- Desculpa.
- Não há culpa.
   Levantou-se e sorriu. O que ela era? Um bicho de sete cabeças. Rotulei-a e foi assim. Ela não tinha as complicações de uma mulher, não tinha os defeitos femininos. Mas tinha seus assombros que eu talvez deva dizer: meus assombros à respeito dela. Contudo, às vezes a desvendava, mesmo que não sorrisse eu reconhecia sua felicidade e mesmo não chorando, eu notava quando havia algo perturbando-a. Porém era impossível decifrar seus pensamentos, enquanto eu apenas enlouquecia. Aquela garota atiçou-me no fogo brando e ardente, ela arruinou minha mesmice e monotonia, ela me mostrou o lado errado de estar certo.
   Enquanto bagunçava o meu cabelo e viajava em minhas loucuras, me questionava quando é que me apaixonei, inclusive, o que me fez desejá-la tanto? Eu gostava das coisas simples e agora estava me encaminhando para dentro de um furacão. Ela me drogou com seu sorriso melancólico e me entorpeceu.

Flávia Andrade

1 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook