sábado, junho 07, 2014

O jeitinho de uma pessoa, enjoadinho e cheio de fricotes é sempre lindo para um novo alguém que só a vê de longe. O jeitão daquele rapaz que não consegue controlar muito o volume da voz e pouco acerta nas piadas pode ser o grande encantamento da menina que foi rejeitada por ser muito quieta. O tique que incomoda aquele velho amigo há anos. A mania da filha. O vício do namorado. O excesso do pastor. O silêncio da amiga. Frases que não terminam sem um bordão. Poesias que não acabam sem clichê. Dedos estalando o dia todo. Braços cruzados até para um aperto de mãos. Cutucadas para chamar atenção. Gírias incômodas. Cabeça baixa. Olhos desesperados na mentira.
Há muitas pessoas sendo deixadas por seus "muitos". Seja muito exagerado, muito pouco, muito desatento, muito observador. Sejamos novos, renovados, reciclados, repensados. O jeito de alguém vai ser sempre novo para outrém. Não mude, não tente ser igual, apenas conheça e se aproxime de quem ainda não te viu.

Flávia Andrade

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Natasha

Natasha
Adquira o seu!

Blues Mudo

Blues Mudo
Disponível no Wattpad
Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook