quinta-feira, agosto 14, 2014

Com tantas cores quem é suficientemente acomodado na escolha de enxergar somente o preto e branco? Podemos nos conformar com risco no carro, maquiagem borrada, amor não correspondido. Mas por qual razão se conformar com a tormenta da melancolia? Quem pode ser monotonia ambulante?
É muito desperdício para os outros lados, estradas, rumos. São esnobes com as oportunidades aqueles que não se deixam levar por acasos, não tem, ao menos, o prazer de às vezes errar a direção. Seguem reto. 
Considere a vida toda uma literatura: Linhas retas estão aqui para serem escritas com suas fontes e tamanhos diferentes, o vazio delas nos convida para quebrar regras, sair da margem, apagar e até rasgar (se for o caso vândalo inocente). Linhas retas não merecem ser seguidas como são, precisam de mudança, letras desajeitadas, rabiscos espontâneos. 
Tudo tem milhares de opções. Por que estamos sempre aproveitando uma única e igual? Somos podres e desastrosos se somos assim. Não somos suficientes para nós mesmos, precisamos ir além.

Flávia Andrade

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Arquivo do Blog

Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook