sábado, agosto 16, 2014

Não sou uma cena, um encontro, uma situação. Não sou palavras de outra pessoa, histórias de um inventor, confissões de um mentiroso. Não sou o que se vê em duas horas, nem três dias. Não sou primeira impressão e nem última, não sou o que se vê. Sou emoções a flor da pele, intangível e introspectiva. Não sou quadro, poesia e nem trecho de música, minha vida até pode ser um seriado, uma comédia dos 90, mas não me veja de uma maneira só. Não tente nem ver, não encare para não perder os outros sentidos, não procure o que não se esconde, apenas não se mostra. As manias são intrínsecas, mas a avidez de não ser uma só é muito mais, não pense que um camaleão tem uma cor só. Eu sou emoções e momentos, sou instantes e tempo perdido. Deixa acontecer, deixa eu me ser.

Flávia Andrade

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Natasha

Natasha
Adquira o seu!

Blues Mudo

Blues Mudo
Disponível no Wattpad

Arquivo do Blog

Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook