quarta-feira, novembro 19, 2014

Dois traços azuis

Desculpa a demora, eu não tenho mais respostas. Eu culparia o mundo, mas já o culparam por mim. Eu te diria para esquecer, mas sei que esse pedido só faz lembrar. Estou dando uma pausa, mas não dura muito até chegar outra pergunta. Eu pediria um conselho, mas dessa vez é sobre você. Agiria sem pensar, mas já foram muitas noites mal dormidas pensando tanto. Fingiria que não sei de mais nada, talvez realmente não saiba, mas tanta incerteza não prova e não move, ficaríamos parados nesse ponto de incompreensão. Eu pediria desculpa, mas sem saber o motivo. Por enquanto, perdoe somente o silêncio. Eu te escreveria um texto (e talvez já tenha escrito), mas falta coragem. Espero mais um pouco, mais uma semana ou um mês, como se isso fosse sumir. Desculpa a demora, pode ser aviso para que não digamos coisa alguma.

— Flávia Andrade

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook