quinta-feira, novembro 13, 2014

Um pouco de calma

Entre a despedida e o pedido para ficar, entre quem muito ainda queria e quem desistiu há semanas, havia tamanha preocupação. Era tarde para um, cedo para outro, mas quando os horários se reajustassem, como saberiam lidar sozinhos? 
Quando os lados fossem opostos, para quem tanto viu um no outro o futuro, para onde seguiriam? 
Entre dependência e auto suficiência, através de uma proposta silenciosa, andaram para seus novos rumos.
Se fosse realmente boa aquela liberdade, se fosse verdadeiramente tão dolorosa aquela solidão, se não lhes restasse saudade, se não lhes sobrasse prazer, que os ventos entortassem, que não necessitassem mais de acaso, voltariam com certeza imediata de que entre o fim que um sugere e o início que outro implora, tem um meio que não requer coisa alguma, simplesmente existe e se faz presente dentro deles.
E entre o silêncio lá fora e o tumulto no âmago, decidiriam o que discussão nenhuma poderia concluir.

— Flávia Andrade

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Natasha

Natasha
Adquira o seu!

Blues Mudo

Blues Mudo
Disponível no Wattpad
Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook