quinta-feira, dezembro 18, 2014

   No meio dessa gente que divide uns minutos com você, no meio dessa gente que passa ao seu lado despercebida, no meio dessa gente que sabe agir normalmente, no meio dessa gente que não perde um pouco da respiração e nem bambeia as pernas, no meio dessa gente que não planeja mil diálogos para no fim só acenar de longe e abaixar a cabeça, no meio de tudo, eu. Que você não oferece tantos minutos, não percebe muito, que não te sequestro ações, que não te dou uns efeitos, que não te faço elaborar frases repensadas, que não aceno direito, fica sendo aceno para o ar e você nem vê. E no meio dessa gente eu dou um grito em silêncio para você notar, eu corro em um passo vagaroso para acompanhar sua paciência, eu me aproximo como quem se distrai só para saber se você olha. Enquanto no meio da gente do meu mundo eu procuro em todo rosto aquele que não posso ver a cada minuto, eu busco você. E você é sempre um novo alguém para um coração turista como o meu, então entre toda essa gente, eu amarei mais que uns, acenarei muito, acompanharei vários passos, no meio dessa gente deve ter alguém que fique.

— Flávia Andrade



0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Natasha

Natasha
Adquira o seu!

Blues Mudo

Blues Mudo
Disponível no Wattpad
Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook