segunda-feira, abril 20, 2015

Bagagem de Memórias


    Com licença, pra eu passar cheia de devaneios. É que eu sinto falta de amores de agosto, no meio do ano costumam dar certo e vou sendo feliz com alguém. É que sinto falta de amores dos dias finais do mês, tem algo aí que faz ser bom. É que o que dura pouco deixa uma saudade enorme. É que eu confio em astrologia e bambeio nas esperanças. É que eu gosto um tanto da sorte. Com licença, pra eu passar com toda a saudade que pesa em mim. É que eu lembro muito de coisa feita pra ser vã e não deixo para trás o que ninguém mais viu. É que só sei andar se for com um sorriso nostálgico no rosto e a mente cheia de diálogos antigos. É que eu só sei ficar feliz se o passado, presente e futuro estão em certa sintonia. É que eu não costumo largar ninguém em canto algum. Mas se não quiser dar licença, pode apenas vir junto, porque você eu não quero deixar pra lá também.
Flávia Andrade

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Natasha

Natasha
Adquira o seu!

Blues Mudo

Blues Mudo
Disponível no Wattpad

Arquivo do Blog

Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook