sexta-feira, abril 17, 2015

Encontro de 10 segundos


    Um pouco longe, mas ao alcance dos meus olhos: você. Como tem sido, em outros sentidos, nessas últimas semanas. As pernas bambeiam imediatas em concepções de fuga, ainda assim prosseguem. Eu não sei mais, nem por dedução, se você ainda é o mesmo de agosto ou o mesmo de dezembro. Contudo não tento por outra vez retornar ao passado. Sinto, com toda percepção, os corpos se aproximando e também sinto, com certa intuição, os corpos se tocando e se repelindo, vejo o afastamento repentino que não foi cedo e nem tarde. Você segue seu caminho, eu me perco no meu. A cena é de costume, já causada em tantos outros verões. A tristeza é passageira, já deixada para trás ao virar a rua.

Flávia Andrade

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Arquivo do Blog

Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook