sexta-feira, maio 22, 2015

Se não fosse a poesia em tudo

  

  Toca aquela música boa no rádio, eu sento e espero a vida ruim passar, mas quem passa é você, do outro lado da rua com a cara séria, com o meu amor esmagado no bolso, com o disco no pen drive que tem a música boa que dependo do rapaz da rádio pra ouvir, com tudo o que é sentimentalmente meu e você não devolve. A música perde a graça, o dia perde a graça, a vida ruim não passa, ela para e fica, permanece aqui enquanto você se vai mais uma vez, você que deveria parar e ficar, permanecer aqui. Dou voltas em círculos e nós. E então toca aquela música ruim no rádio que toca todos os dias a cada três horas, é como aquele sentimento ruim que dá a cada três dias sobre a vida ruim não passar.

Flávia Andrade

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Arquivo do Blog

Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook