domingo, maio 31, 2015


    não se preocupe com todos os livros que já li, nem com os filmes que vi e as músicas de bandas desconhecidas que só eu conheço e esqueça esses textos que escrevo como se eu os respirasse, porque nada disso adianta quando eu amo. nem que eu tenha lido artigos científicos de oitenta páginas sobre o amor saberei amar. eu me inverto, eu me mudo, eu me transformo, eu me alimento de mim até não sobrar nada, e eu me vomito, e eu me recolho. eu sou uma tremenda estranheza má afeiçoada quando se trata de amor. 

flávia andrade

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Natasha

Natasha
Adquira o seu!

Blues Mudo

Blues Mudo
Disponível no Wattpad

Arquivo do Blog

Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook