terça-feira, junho 30, 2015

até domingo pra sempre

    nem peço promessa, a gente só marca um dia pra ser feliz e o estende até onde der. leva como o vento leva seus cabelos cacheados pro meio do rosto e te cega e te bagunça. leva desse jeito desajeitado pra não se confundir com os caminhos certos que querem nos rumar por ruas diferentes. a gente leva assim que o acaso dá um jeito de coincidir com a data marcada. planeja em silêncio pra ninguém saber e vai, nas pontas dos pés, como quem nem pensa em ficar tanto tempo. promessa é coisa muito séria pra nossa vida simples, é só deixar pra domingo.

flávia andrade

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Arquivo do Blog

Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook