segunda-feira, julho 06, 2015

de uma noite só

traz mais um vinho, ainda são três e quarenta e seis da manhã e cedo demais pra ligar seu carro pra longe daqui. meu celular já larguei num canto distante da casa e prum canto mais distante ainda eu quero te levar. pra dar jeito na vontade que acumulei a noite toda. deixa eu abrir mais esse vinho pra gente molhar a boca, pra gente se esquentar nesse frio. deixa eu abrir sua camisa, pra gente molhar a pele, pra gente se esquentar nesse frio. só fica tarde quando a música parar de tocar e os gemidos cessarem e o suor escorrer e a gente cansar. só fica tarde quando precisarmos de um lugar pra deitar e o chão da sala não for confortável, quando eu te deixar abrir a porta do carro e adentrar. só fica tarde quando você ligar amanhã pra refazer a conversa de ontem. cedo é deixar pra trás, cedo é viver sem eu por perto a cada hora, cedo é um dia perdido no nosso ano em que aproveitamos cheios de vinho. não deixe entardecer, não liga não.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Arquivo do Blog

Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook