terça-feira, agosto 11, 2015

Escapatórias

    Se você não foge no meio dos filmes, sei que foge dentro duma música, escapa numa leitura, viaja pra longe ou finge ser outra pessoa por um dia inteiro. Ninguém pode ficar aqui o tempo todo, a vida não é um cubículo fechado. Nem adianta trancar as portas, elas se desfazem em tempo de chuva, não aguentam nada. Se você não foge prum lugar alto da cidade, deve ser que foge prum porão, pruma rua sem saída, escapa e sai num bar esquecido. A verdade é que todo mundo tem uma escapatória bem guardada, de reserva, que às vezes nem o consciente sóbrio reconhece.

Flávia Andrade

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Arquivo do Blog

Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook