sexta-feira, agosto 14, 2015

Promessas

    Só te prometo uma vida simples. Não digo que veremos jogos às quartas, porque numa quarta qualquer podemos decidir acampar. Não digo que em todos os sábados beberemos, porque talvez em algum deles acordemos já bêbados e precisando só de água. Não juro conversas longas todos os dias, pois podemos ficar quietos por tempo indeterminado em um dia chuvoso. A vida nem precisa de tantas palavras afinal. Não ligarei se você vier de bicicleta, porque assim eu também vou. Aliás, não ligarei se você não souber cantar, cozinhar, dançar, nadar, eu sei poucas coisas também. Na vida simples a gente aprende o que importa, o resto fica nos filmes. Não te digo que tudo vai dar certo, mas prometo tentar pensar e te mostrar as coisas boas quando a vida estiver ao contrário. Podemos sair da linha, arrebentá-la ou cair, apenas não podemos nos perder. Você sabe, é fácil me encontrar em casa. Eu sei, é fácil te encontrar na rua exata. Não pedirei para que não mude, só peço para mudar comigo. E só digo: você tem exatamente um tempo que não vou contar para pensar se vai vir.

Flávia Andrade

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Arquivo do Blog

Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook