quinta-feira, setembro 03, 2015

Com Amor, Delirante Urbana

    Escuta bem que não sou bonita e não sei por que me olha tanto. Bonito é seu jeito sossegado de me dizer adeus, pra depois voltar com uma saudade mais pesada que todas as roupas e presentes na mala, pra depois contar que cada canto da cidade tinha um pedaço que te fazia se lembrar de mim. Bonito é seu olhar de sono tentando me ver mais um pouquinho antes de adormecer, bonito é seu sorriso torto no meio da terceira explicação sobre o filme que não entendi. Escuta bem que não sou tudo o que pensa. Bonito é seu tempo pra pensar tanto em mim até encontrar detalhes que possa elogiar e que me façam acreditar que é verdade. Que é verdade que você sempre me quis e ainda me quer. Bonito é seu jeito convencido de me convencer a gostar de mim também. Bonito é você me fazendo alguém bem melhor.
Flávia Andrade

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook