quinta-feira, setembro 10, 2015

Resposta

    Se não era despedida, o que mais poderia ser? O abraço foi triste, o choro foi contido, a conversa foi pouca, como poderia não ser a última vez? Os postes, as ruas, os muros estavam frios. Algumas folhas das árvores ainda pingavam restos de chuva. A fome, a sede, a saudade ninguém soube matar. Eu fui para te ver e você era só um corpo vazio, você quis me ver e eu era um corpo transbordando. Se não era despedida em passo a passo de completa tortura emocional, o que mais poderia ter acontecido naquelas horas? Não tínhamos tanto tempo, não tínhamos outras histórias, a cidade gritava que o que acontecia ali não importava para mais ninguém. Eu sentia muito, você fumava um cigarro. Se não soubesse que acabaria ali, não teria sumido de vista tão rápido. Que olhos assustados são esses? Aquela noite aconteceu e foi para ter fim.

Flávia Andrade

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Natasha

Natasha
Adquira o seu!

Blues Mudo

Blues Mudo
Disponível no Wattpad
Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook