terça-feira, janeiro 05, 2016

Intensidade por inteiro

    Meu emocional é feito de pressa, vira noite enquanto ainda raia o dia. Não espera muito, porque os sentidos se acumulam e se renovam e mudam o tempo todo, queimando de fora a fora, pulsando à flor da pele. Corre para o tumulto interno quando enxerga de longe a primeira multidão, com um medo danado das relações sociais - mesmo que no âmago os desesperos batam mais fortes e sem chances de fuga. Chora por não ter aninho, mas não se dá ao tempo de se entregar. É um tanto desestabilizado, mas tenta funcionar como um desses sentimentos bem resolvidos. Meu emocional é o resumo infindo do que sou, pois transbordo a todo instante. Por dentro sou pura intensidade e por fora sou o que não consigo conter, e de longe se estampa em mim o aviso de que sou toda exagero. Não sei porque ainda digo explicações, se me faço de incompreensão por inteiro. Pode ser apenas que venho pedindo socorro. Um pouco ou um pouco bastante, por menos suficiente que seja, de socorro para o aglomerado de sentidos, sentimentos e senti-medos meus. Pode ser que venho querendo um pouco mais de alguém que me deixe um pouco menos bagunçada. Pode ser que a exigência não seja em um todo tão complicada. Pode ser que para dar sossego a essas palavras, seja necessária somente uma frase boa dessas de me fazer acalmar.

Flavia Andrade

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook