quarta-feira, janeiro 06, 2016

Mais de nós

    Para não ser menos do que já somos, precisamos de mais do que já temos: um desperdício enorme de tempo para rir. Aproveitar um pouco mais de nós seria nos esconder numa dessas noites em que o mundo nos esquece, passando despercebidos por frestas de janelas e cortinas. Viver um pouco mais de nós seria percorrer outros caminhos, sem desatar as mãos. Eu sugiro, num sussurro em especial, que a gente gaste mais horas só para ganhar mais histórias, apenas para nos restar o que dividir depois. Para não perdermos o pouco do que por agora queremos, podemos ir mais a frente, mesmo que descalços pelo improviso e despreparo, mesmo que falte água e luz. Os postes podem nos iluminar até antes das três, depois só lua, depois só sol, e não importa. Para que eu possa ter mais de você, ofereço mais de mim, até que entre os compartilhamentos, ser nós, sermos, nos ser, te ser e tecer, seja tão simples quanto esse instante. Esse instante em que te olho e penso em tudo o que queremos e precisamos numa mesa para dois.
Flavia Andrade

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook