quinta-feira, agosto 04, 2016

    Os minutos passam cadentes pelo céu quando te encontro, pois a eles não cabe a demora dos nossos beijos; se apressam para encerrar o dia enquanto agarramos cada instante. Estendemos noites com o dom de sempre ficar mais um pouco. Mais dez minutinhos de abraço, mais quinze minutinhos de conversa, outra parada para a sexta despedida. Se o tempo quer tanto passar, que seja para entrar em órbita com nosso amor. Eu vou nos alinhar na continuidade dos dias para que te ter comigo seja rotina.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Arquivo do Blog

Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook