segunda-feira, dezembro 22, 2014

Acômodo incômodo

   O problema é que eu enjoo das coisas, das pessoas, da vida que levo, mas ainda resta a vontade de ter um pouco mais do mesmo. Como todos os "nunca mais" que viram "só mais um". Eu não sei lidar com ladainha, falta paciência para dizer: você já me disse isso. Eu só penso em sair de perto, em deixar essa gente que repete palavras e discursos falando sozinha. Eu só penso em ganhar um tempo em algum lugar diferente, mas para onde vou? Eu vou para onde todos sabem que podem me encontrar, eu vou para onde tenho que dizer: hoje não quero sair. Às vezes concordo, sabendo que não vai ser bom, sabendo que não vai dar certo, eu saio, eu finjo que quero festejar. E enjoada das músicas que tocam, das roupas que vestem, enjoada de tudo desaproveito o que já foi bom, desaprovo também. O que é que pessoas assim fazem? Se isolam? Eu vou continuando.

— Flávia Andrade.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook