quarta-feira, maio 20, 2015

aquele cara grande, estúpido, não ia se mover
quando eu passasse pelo corredor; naquela noite no salão
de dança Elmer Whitefield perdi um dente enfrentando
Eddie Green;
nós vamos pegar seu rádio e nós vamos pegar seu relógio, eles disseram,
apontando pra mim, merda Yankee; mas eles não sabiam que
eu era um poeta louco e encostei lá bebendo vinho
e adorando todas as mulheres deles
com meus olhos, e eles estavam assustados e intimidados
como um gado de cidadezinha
tentando descobrir como me matar
mas primeiro
estupidamente
precisavam de uma razão; eu poderia ter dito a eles
como há pouco tempo
eu quase me matei sem razão alguma;
ao invés disso, eu peguei o ônibus das 8:15
para Memphis


Caught Again at Some Impossible Pass, Charles Bukowski
Tradução: Flávia Andrade

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, por ler e comentar. Retorne sempre que sentir vontade.

Natasha

Natasha
Adquira o seu!

Blues Mudo

Blues Mudo
Disponível no Wattpad

Arquivo do Blog

Tecnologia do Blogger.

Curta no Facebook